Segmento A Сarros Manuais do Proprietário, Manuais de instruções, Guias de utilização

Toyota Aygo: Sistema de aviso da pressão dos pneus (se equipado) - Pneus - Manutenção que pode ser
feita por si - Cuidados e manutenção - Toyota Aygo - Manual de InstruçõesToyota Aygo: Sistema de aviso da pressão dos pneus (se equipado)

O seu veículo está equipado com um sistema de aviso da pressão dos pneus.

Quando o veículo está em movimento, monitoriza as flutuações de velocidade das rodas que é enviada pelos sensores de velocidade do sistema de controlo da travagem.

O condutor é informado se for detetada uma pressão baixa dos pneus.

Inicializar o sistema de aviso da pressão dos pneus

O sistema de aviso da pressão dos pneus tem de ser inicializado quando muda o pneu

Quando o sistema de aviso de pressão dos pneus é inicializado, a atual pressão dos pneus é definida como a pressão de referência.

A operação de inicialização

  • Certifique-se que faz a inicialização depois de ajustar a pressão dos pneus. Certifique-se também que os pneus estão frios antes de fazer a inicialização ou ajuste da pressão dos pneus.
  • Se acidentalmente pressionar o interruptor de reinicialização, quando não for necessário fazer uma inicialização, ajuste a pressão dos pneus para o nível especificado quando os pneus estiverem frios e realize novamente a inicialização.

Como inicializar o sistema de aviso da pressão dos pneus

  1. Estacione o veículo num local seguro e rode o interruptor do motor para a posição "LOCK" (veículos sem sistema de chave inteligente para entrada e arranque) ou desligue-o (veículos com sistema de chave inteligente para entrada e arranque).

    A inicialização não pode serfeita com o veículo em movimento.

  2. Ajuste a pressão do pneu para o nível de pressão de enchimento especificado para pneus a frio.

Certifique-se que ajusta a pressão do pneu para o nível de pressão especificado para pneus frios. O sistema de aviso de pressão dos pneus vai funcionar tendo por base este nível de pressão.

  1. Rode o interruptor do motor para a posição "ON" (veículos sem sistema de chave inteligente para entrada e arranque) ou para o modo IGNITION ON (veículos com sistema de chave inteligente para entrada e arranque).
  2. Prima e mantenha o interruptor para restabelecer o aviso da pressão dos pneus até que a luz de aviso da pressão do pneu pisque lentamente 3 vezes.

Como inicializar o sistema de aviso da pressão dos pneus

Situações nas quais o sistema de aviso de pressão dos pneus pode não funcionar corretamente (se equipado)

Este sistema de aviso da pressão dos pneus garante o funcionamento adequado quando tem instalados pneus EO (Equipamento Original)

Nos seguintes casos, o sistema de aviso da pressão dos pneus pode não funcionar corretamente.

  • O veículo está a utilizar pneus de dimensões não padronizadas ou produzidos por outros fabricantes.
  • O veículo está a utilizar pneus de diferentes dimensões ou fabricantes.
  • O veículo está a utilizar pneus de neve, pneus compactos (se equipado) ou correntes nos pneus.
  • O veículo está a ser conduzido a uma velocidade inferior a cerca de 40 km/h.
  • O veículo está a ser conduzido em estradas de piso escorregadio ou irregular.

Quando a pressão dos pneus baixa rapidamente, por exemplo, quando um pneu rebenta, o aviso pode não funcionar.

AVISO

Quando verificar ou substituir os pneus

Observe as seguintes precauções para evitaracidentes.

Não o fazer pode provocar danos nas peças da transmissão, bem como características perigosas de manuseamento, o que poderá levar a um acidente resultando em morte ou ferimentos graves.

  • Não misture pneus de marcas, modelos e tipos de piso diferentes.

    Não misture também pneus com níveis de desgaste claramente diferentes.

  • Não utilize pneus que não sejam da medida recomendada pela Toyota.
  • Não misture pneus com diferentes construções (radiais, de cinta ou convencionais).
  • Não misture pneus de verão, de todas as estações e de neve.
  • Não utilize pneus que tenham sido usados noutro veículo.

    Não utilize pneus quando não tiver a certeza de como foram usados anteriormente.

  • Veículos com pneu de reserva compacto: Não reboque se o seu veículo tiver instalado um pneu de reserva compacto.
  • Veículos com kit de emergência para reparação de um furo: Não reboque nada se tiver instalado um pneu que tenha sido reparado com o kit de emergência para reparação de um furo. A carga sobre o pneu pode causardanos inesperados ao pneu.

Quando inicializar o sistema de aviso da pressão dos pneus (se equipado)

Não opere o interruptor de reajuste do aviso da pressão dos pneus sem antes ter ajustado a pressão dos pneus para um nível especificado. De outro modo, a luz de aviso da pressão dos pneus pode não acender mesmo que a pressão dos pneus esteja baixa ou pode acender quando a pressão dos pneus, na realidade, está normal.

AVISO

Manutenção dos pneus (veículos com sistema de aviso da pressão dos pneus)

Cada pneu, incluindo o de reserva (se equipado), deve ser verificado mensalmente, quando frio e à pressão recomendada pelo fabricante do veículo na placa do veículo ou na etiqueta da pressão dos pneus (etiqueta de informações sobre pneus e carga). (Se o seu veículo tiver pneus de um tamanho diferente do tamanho indicado na chapa ou na etiqueta da pressão dos pneus [etiqueta de informações sobre pneus e carga], deve determinar a pressão correta para esses pneus.) Como funcionalidade de segurança adicional, o seu veículo foi equipado com um sistema de monitorização da pressão dos pneus (TPMS - sistema de aviso da pressão dos pneus) que ilumina um detetor de pressão baixa dos pneus (luz de aviso da pressão dos pneus) quando um ou mais dos seus pneus está com uma pressão significativamente baixa. Por conseguinte, quando o detetor de pressão baixa dos pneus (luz de aviso da pressão dos pneus) acende, deve parar e verificar os seus pneus logo que possível, e enchê-los para a pressão adequada. Conduzir com um pneu com uma pressão significativamente baixa faz com que o pneu sobreaqueça e pode conduzir à falha do pneu. A pressão muito baixa também reduz a eficiência do combustível e a durabilidade do piso do pneu e pode afetar o manuseamento e a capacidade de travagem do veículo.

Note contudo que o TPMS (sistema de aviso da pressão dos pneus) não é um substituto para a adequada manutenção dos pneus, e é responsabilidade do condutor manter a pressão correta dos pneus, ainda que a insuficiência de pressão possa não ter atingido o nível para acionar a iluminação do detetor TPMS de pressão baixa dos pneus (luz de aviso da pressão dos pneus).

O seu veículo também foi equipado com um indicador de avarias do TPMS (sistema de aviso da pressão dos pneus) para indicar quando o sistema não está a funcionar adequadamente. O indicador de avarias do TPMS (sistema de aviso de pressão dos pneus) está associado ao detetor de pressão baixa dos pneus (luz de aviso da pressão dos pneus). Quando o sistema deteta uma avaria, o detetor pisca durante aproximadamente um minuto e depois permanece continuamente iluminado. Esta sequência continua após arranques subsequentes do veículo, enquanto a avaria existir.

Quando o indicador de avaria estiver iluminado, o sistema pode não ser capaz de detetar ou sinalizar a baixa pressão dos pneus como pretendido.

As avarias do TPMS (sistema de aviso da pressão dos pneus) podem ocorrer por uma variedade de razões, incluindo a instalação de pneus ou jantes de substituição ou alternativos, no veículo, que impedem o TPMS (sistema de aviso da pressão dos pneus) de funcionar corretamente. Verifique sempre a avaria do detetor do TPMS (sistema de aviso da pressão dos pneus) após a substituição de um ou mais pneus ou jantes no seu veículo, para garantir que os pneus e jantes de substituição ou alternativos permitem que o TPMS (sistema de aviso da pressão dos pneus) continue a funcionar corretamente.

ATENÇÃO

Precaução ao instalar um pneu diferente (veículos com sistema de aviso da pressão dos pneus)

Quando pneus fabricados de forma diferente ou de fabricantes, marcas, modelos ou padrão de piso diferentes estiverem instalados, o sistema de aviso da pressão dos pneus pode não funcionar adequadamente.

Condução em estradas irregulares

Tenha o devido cuidado quando circular em estradas com superfícies irregulares ou esburacadas. Estas condições poderão provocar perdas de ar nos pneus, reduzindo a capacidade de amortecimento dos mesmos. Consequentemente, a condução neste tipo de estradas pode causar danos nos próprios pneus, assim como nas jantes e carroçaria do veículo.

Pneus de baixo perfil (veículos com pneus 165/60R15)

Os pneus de baixo perfil podem provocar maiores danos do que o normal, na jante, quando suportam o impacto da superfície da estrada. Por esse motivo, preste atenção ao seguinte:

  • Certifique-se que usa a adequada pressão de enchimento dos pneus. Se os pneus estiverem com a pressão demasiado baixa podem sofrer danos mais graves.
  • Evite buracos, pavimento irregular, travagens e outros perigos de estrada.

    Não o fazer pode provocar graves danos no pneu e na jante.

Sea pressão de enchimento de um pneu baixar durante a condução

Não continue a conduzir, caso contrário os pneus e/ou as jantes podem ficar com danos irreparáveis.

    Veja também:

    Toyota Aygo. Se o seu veículo precisar de ser rebocado
    Se for necessário o reboque, recomendamos que seja feito por um concessionário Toyota autorizado, reparador Toyota autorizado ou por outro profissional igualmente qualificado e equip ...

    Smart Fortwo. Fixar o Top Tether
    O risco de ferimento pode ser reduzido através do Top Tether, uma vez que este possibilita uma união adicional entre o dispositivo de retenção para crianças fixado com ISOFIX ou i-Size e ...

    Modelos

    www.asegmento.com | 0.0065 | © 2017 Todos os direitos reservados