Segmento A Сarros Manuais do Proprietário, Manuais de instruções, Guias de utilização

Toyota Aygo: Sistemas de apoio
à condução - Utilização dos sistemas de
apoio à condução - Condução - Toyota Aygo - Manual de InstruçõesToyota Aygo: Sistemas de apoio à condução

Para reforçar o bom desempenho e a condução segura, os seguintes sistemas ajudam automaticamente na resposta a várias situações de condução. Contudo, tenha atenção que estes sistemas são suplementares e que não deve confiar demasiadamente nos mesmos.

ABS (Sistema Antibloqueio dos Travões)

Ajuda a evitar o bloqueio das rodas quando os travões são aplicados de repente ou se os travões forem aplicados durante a condução em superfícies de estradas escorregadias

Assistência aos travões

Gera um aumento do nível da força de travagem após o pedal do travão ter sido pressionado, quando o sistema deteta uma situação de paragem urgente

VSC (Controlo da Estabilidade do Veículo) (se equipado)

Ajuda o condutor a controlar derrapagens em curvas súbitas ou viragens em superfícies escorregadias

TRC (Controlo de Tração) (veículos com sistema VSC)

Ajuda a manter a tração e evita que as rodas motrizes patinem quando arranca ou acelera em estradas escorregadias

EPS (Direção Assistida Elétrica)

Emprega um motor elétrico para reduzir a quantidade de esforço necessário para rodar o volante da direção

Controlo da assistência ao arranque em subidas (veículos com sistema VSC)

Ajuda a evitar que o veículo descaia quando arrancar num declive ou encosta escorregadia.

PCS (Sistema de Segurança Pré-colisão) (se equipado)

Sinal de travagem de emergência

Quando os travões são aplicados de repente, as luzes de stop piscam automaticamente para alertar o veículo que circula atrás.

Quando os sistemas TRC/VSC estão em funcionamento

O indicador de derrapagem pisca durante o funcionamento dos sistemas TRCl VSC.

Quando os sistemas TRC/VSC estão em funcionamento

Desativar o sistema TRC

Se o veículo ficar preso em lama, sujidade ou neve, o sistema TRC pode reduzir a potência do motor para as rodas. Pressionar   para desligar o sistema pode tornar mais fácil balançar o veículo a fim de libertá-lo.

Desligar apenas o sistema TRC

Para desligar o sistema TRC, prima e solte rapidamente.

O indicador "TRC OFF" acende.

Volte a premir a tecla para voltar a ligar o sistema.

Desligar apenas o sistema TRC

*: Nos veículos com sistema de segurança pré-colisão, as funções de assistência à travagem pré-colisão e de travagem pré-colisão são também desativadas. A luz de aviso PCS acende.

Sons e vibrações causados pelos sistemas ABS, assistência aos tra-vões, VSC e TRC

Pode ser audível um som proveniente do compartimento do motor quando o motor é colocado em funcionamento ou logo depois do veículo iniciar a marcha. Este som não indica que tenha ocorrido uma avaria em nenhum o desses sistemas.

Qualquer uma das seguintes condições pode ocorrer quando os sistemas acima mencionados estão em funcionamento. Nada disto indica que tenha ocorrido uma avaria.

  • Pode sentir vibrações através da carroçaria e volante.
  • Pode ser ouvido um ruído de motor elétrico depois do veículo ter parado.
  • O pedal do travão pode pulsar ligeiramente após a ativação do ABS.
  • O pedal do travão pode mover-se para baixo ligeiramente após a ativação do ABS.

Som de funcionamento do sistema EPS

Quando o volante é acionado, pode tornar-se audível um som de motor elétrico (zumbido). Isto não indica uma avaria.

Reativação automática dos sistemas TRC e VSC

Depois de desligar os sistemas TRC e VSC, estes são automaticamente reativados nas situações seguintes:

  • Quando coloca o interruptor do motor na posição "LOCK" (veículos sem sistema de chave inteligente para entrada e arranque) ou quando o desliga (veículos com sistema de chave inteligente para entrada e arranque).
  • Se apenas o sistema TRC estiver desligado, o TRC liga quando a velocidade do veículo aumenta.

    Se ambos os sistemas TRC e VSC estiverem desligados, a reativação automática não ocorre quando a velocidade do veículo aumenta.

Eficácia reduzida do sistema EPS

A eficácia do EPS é reduzida para impedir que o sistema sobreaqueça quando existe uma utilização frequente da direção, durante um prolongado período de tempo. Como consequência poderá sentir o volante da direção mais pesado. Caso isto aconteça, refreie a utilização excessiva da direção ou pare o veículo e desligue o motor. O sistema EPS volta ao normal dentro de10 minutos.

Condições de funcionamento do sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas

Quando se reúnem as quatro seguintes condições, o sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas funciona:

  • Veículos com caixa de velocidades manual multimodo: A alavanca de velocidades está noutra posição que não N (quando arranca para a frente/para trás numa subida).
  • Veículos com caixa de velocidades manual: A alavanca de velocidades está noutra posição que não R quando arranca para a frente, numa subida, ou está em R quando arranca para trás, numa subida.
  • O veículo está parado.
  • O pedal do acelerador não está pressionado.
  • O travão de estacionamento não está aplicado.

Cancelamento automático do sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas

O sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas será desligado em qualquerdas seguintes situações:

  • Veículos com caixa de velocidades manual multimodo: A alavanca de velocidades é colocada em N.
  • Veículos com caixa de velocidades manual: A alavanca de velocidades é colocada em R quando arranca para a frente, numa subida ou é retirada de R quando arranca para trás, numa subida.
  • O pedal do acelerador é pressionado.
  • O travão de estacionamento é aplicado.
  • Aproximadamente 2 segundos depois de libertar o pedal do travão.

Condições de funcionamento do sinal do travão de emergência

Quando se reúnem as três seguintes condições, o sinal do travão de emergência funciona:

  • Os sinais de perigo estão desligados.
  • A velocidade real do veículo é superior a 55 km/h.
  • O pedal do travão é pressionado de uma maneira que faz com que o sistema avalie, a partir da desaceleração do veículo, que se trata de uma travagem brusca.

Cancelamento automático do sistema do sinal do travão de emergência

O sinal do travão de emergência será desligado em qualquer das seguintes situações:

  • Os sinais de perigo estão ligados.
  • O pedal do travão é libertado.
  • O sistema avalia, a partir da desaceleração do veículo, que não se trata de uma travagem brusca.

AVISO

O ABS não funciona corretamente quando

  • Os limites da performance de aderência dos pneus foram ultrapassados (tal como pneus excessivamente gastos numa estrada coberta por neve).
  • O veículo aquaplana enquanto conduz a grande velocidade numa estrada molhada ou escorregadia.

A distância de paragem quando o ABS está a funcionar pode exceder a distância de paragem em condições normais

O ABS não foi concebido para diminuir a distância de paragem do veículo.

Mantenha sempre uma distância segura do veículo que segue à frente nas seguintes situações:

  • Quando conduzirem estradas sujas, com gravilha ou com neve
  • Quando conduzir com correntes de pneus
  • Quando conduzirsobre lombas na estrada
  • Quando conduzir em estradas com buracos ou estradas com piso irregular

O controlo e força direcional podem não ser alcançados enquanto conduz em superfícies escorregadias, mesmo que o sistema TRC se encontre em funcionamento.

Conduza o veículo cuidadosamente em condições em que possa perder a força e a estabilidade.

Quando o sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas não funciona corretamente

  • Não confie em demasia no sistema de assistência ao arranque em subidas.

    O sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas pode não funcionar de forma eficiente em subidas extremamente íngremes ou em estradas cobertas de neve.

  • Ao contrário do travão de estacionamento, o sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas não foi concebido para manter o veículo imóvel por um longo período de tempo. Não tente utilizar o sistema de controlo da assistência ao arranque em subidas para manter o veículo num declive por um longo período de tempo, uma vez que pode causar um acidente.

Quando o VSC é ativado

A luz do indicador de derrapagem pisca. Conduza sempre com cuidado.

Uma condução descuidada pode causar um acidente. Tenha particular atenção se a luz do indicador piscar.

Quando os sistemas TRC/VSC estão desligados

Tenha especial cuidado e conduza a uma velocidade adequada às condições da estrada. Como estes são sistemas concebidos para assegurar a estabilidade do veículo e a força de condução, não desligue os sistemas TRC/VSC, a menos que seja necessário.

AVISO

Substituição dos pneus

Certifique-se que todos os pneus são do mesmo tamanho, marca, igual tipo de piso e mesma capacidade de carga. Para além disso, certifique-se que todos os pneus estão atestados à pressão adequada.

Os sistemas ABS, VSC e TRC não funcionam corretamente se estiverem montados pneus diferentes.

Contacte um concessionário Toyota autorizado, reparador Toyota autorizado ou outro profissional igualmente qualificado e equipado, para mais informações sobre a substituição dos pneus ou jantes.

Manuseamento dos pneus e suspensão

Se utilizar pneus com problemas de qualquer tipo ou modificar a suspensão, pode afetar os sistemas de assistência à condução, causando avarias.

    Veja também:

    Kia Picanto. Manutenção da parte inferior da carroçaria
    Os materiais corrosivos utilizados na remoção de gelo, neve e poeira podem acumular-se na parte inferior da carroçaria. Se não remover estes materiais, pode dar-se ...

    Kia Picanto. Boas práticas de travagem
    AVISO - Sempre que abandonar ou estacionar o seu veículo, deve, tanto quanto possível, puxar o travão de mão e engatar o veio de transmissã ...

    Modelos

    www.asegmento.com | 0.0077 | © 2017 Todos os direitos reservados