Segmento A Сarros Manuais do Proprietário, Manuais de instruções, Guias de utilização

Toyota Aygo: Sistemas de apoio
à condução - Utilização dos sistemas de
apoio à condução - Condução - Toyota Aygo - Manual de InstruçõesToyota Aygo: Sistemas de apoio à condução

Para reforçar o bom desempenho e a condução segura, os seguintes sistemas ajudam automaticamente na resposta a várias situações de condução. Contudo, tenha atenção que estes sistemas são suplementares e que não deve confiar demasiadamente nos mesmos.

ABS (Sistema Antibloqueio dos Travões)

Ajuda a evitar o bloqueio das rodas quando os travões são aplicados de repente ou se os travões forem aplicados durante a condução em superfícies de estradas escorregadias

Assistência aos travões

Gera um aumento do nível da força de travagem após o pedal do travão ter sido pressionado, quando o sistema deteta uma situação de paragem urgente

VSC (Controlo da Estabilidade do Veículo) (se equipado)

Ajuda o condutor a controlar derrapagens em curvas súbitas ou viragens em superfícies escorregadias

TRC (Controlo de Tração) (veículos com sistema VSC)

Ajuda a manter a tração e evita que as rodas motrizes patinem quando arranca ou acelera em estradas escorregadias

EPS (Direção Assistida Elétrica)

Emprega um motor elétrico para reduzir a quantidade de esforço necessário para rodar o volante da direção

Controlo da assistência ao arranque em subidas (veículos com sistema VSC)

Ajuda a evitar que o veículo descaia quando arrancar num declive ou encosta escorregadia.

PCS (Sistema de Segurança Pré-colisão) (se equipado)

Sinal de travagem de emergência

Quando os travões são aplicados de repente, as luzes de stop piscam automaticamente para alertar o veículo que circula atrás.

Quando os sistemas TRC/VSC estão em funcionamento

O indicador de derrapagem pisca durante o funcionamento dos sistemas TRCl VSC.

Quando os sistemas TRC/VSC estão em funcionamento

Desativar o sistema TRC

Se o veículo ficar preso em lama, sujidade ou neve, o sistema TRC pode reduzir a potência do motor para as rodas. Pressionar   para desligar o sistema pode tornar mais fácil balançar o veículo a fim de libertá-lo.

Desligar apenas o sistema TRC

Para desligar o sistema TRC, prima e solte rapidamente.

O indicador "TRC OFF" acende.

Volte a premir a tecla para voltar a ligar o sistema.

Desligar apenas o sistema TRC

*: Nos veículos com sistema de segurança pré-colisão, as funções de assistência à travagem pré-colisão e de travagem pré-colisão são também desativadas. A luz de aviso PCS acende.

Sons e vibrações causados pelos sistemas ABS, assistência aos tra-vões, VSC e TRC

Pode ser audível um som proveniente do compartimento do motor quando o motor é colocado em funcionamento ou logo depois do veículo iniciar a marcha. Este som não indica que tenha ocorrido uma avaria em nenhum o desses sistemas.

Qualquer uma das seguintes condições pode ocorrer quando os sistemas acima mencionados estão em funcionamento. Nada disto indica que tenha ocorrido uma avaria.

  • Pode sentir vibrações através da carroçaria e volante.
  • Pode ser ouvido um ruído de motor elétrico depois do veículo ter parado.
  • O pedal do travão pode pulsar ligeiramente após a ativação do ABS.
  • O pedal do travão pode mover-se para baixo ligeiramente após a ativação do ABS.

Som de funcionamento do sistema EPS

Quando o volante é acionado, pode tornar-se audível um som de motor elétrico (zumbido). Isto não indica uma avaria.

Reativação automática dos sistemas TRC e VSC

Depois de desligar os sistemas TRC e VSC, estes são automaticamente reativados nas situações seguintes:

  • Quando coloca o interruptor do motor na posição "LOCK" (veículos sem sistema de chave inteligente para entrada e arranque) ou quando o desliga (veículos com sistema de chave inteligente para entrada e arranque).
  • Se apenas o sistema TRC estiver desligado, o TRC liga quando a velocidade do veículo aumenta.

    Se ambos os sistemas TRC e VSC estiverem desligados, a reativação automática não ocorre quando a velocidade do veículo aumenta.

Eficácia reduzida do sistema EPS

A eficácia do EPS é reduzida para impedir que o sistema sobreaqueça quando existe uma utilização frequente da direção, durante um prolongado período de tempo. Como consequência poderá sentir o volante da direção mais pesado. Caso isto aconteça, refreie a utilização excessiva da direção ou pare o veículo e desligue o motor. O sistema EPS volta ao normal dentro de10 minutos.

Condições de funcionamento do sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas

Quando se reúnem as quatro seguintes condições, o sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas funciona:

  • Veículos com caixa de velocidades manual multimodo: A alavanca de velocidades está noutra posição que não N (quando arranca para a frente/para trás numa subida).
  • Veículos com caixa de velocidades manual: A alavanca de velocidades está noutra posição que não R quando arranca para a frente, numa subida, ou está em R quando arranca para trás, numa subida.
  • O veículo está parado.
  • O pedal do acelerador não está pressionado.
  • O travão de estacionamento não está aplicado.

Cancelamento automático do sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas

O sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas será desligado em qualquerdas seguintes situações:

  • Veículos com caixa de velocidades manual multimodo: A alavanca de velocidades é colocada em N.
  • Veículos com caixa de velocidades manual: A alavanca de velocidades é colocada em R quando arranca para a frente, numa subida ou é retirada de R quando arranca para trás, numa subida.
  • O pedal do acelerador é pressionado.
  • O travão de estacionamento é aplicado.
  • Aproximadamente 2 segundos depois de libertar o pedal do travão.

Condições de funcionamento do sinal do travão de emergência

Quando se reúnem as três seguintes condições, o sinal do travão de emergência funciona:

  • Os sinais de perigo estão desligados.
  • A velocidade real do veículo é superior a 55 km/h.
  • O pedal do travão é pressionado de uma maneira que faz com que o sistema avalie, a partir da desaceleração do veículo, que se trata de uma travagem brusca.

Cancelamento automático do sistema do sinal do travão de emergência

O sinal do travão de emergência será desligado em qualquer das seguintes situações:

  • Os sinais de perigo estão ligados.
  • O pedal do travão é libertado.
  • O sistema avalia, a partir da desaceleração do veículo, que não se trata de uma travagem brusca.

AVISO

O ABS não funciona corretamente quando

  • Os limites da performance de aderência dos pneus foram ultrapassados (tal como pneus excessivamente gastos numa estrada coberta por neve).
  • O veículo aquaplana enquanto conduz a grande velocidade numa estrada molhada ou escorregadia.

A distância de paragem quando o ABS está a funcionar pode exceder a distância de paragem em condições normais

O ABS não foi concebido para diminuir a distância de paragem do veículo.

Mantenha sempre uma distância segura do veículo que segue à frente nas seguintes situações:

  • Quando conduzirem estradas sujas, com gravilha ou com neve
  • Quando conduzir com correntes de pneus
  • Quando conduzirsobre lombas na estrada
  • Quando conduzir em estradas com buracos ou estradas com piso irregular

O controlo e força direcional podem não ser alcançados enquanto conduz em superfícies escorregadias, mesmo que o sistema TRC se encontre em funcionamento.

Conduza o veículo cuidadosamente em condições em que possa perder a força e a estabilidade.

Quando o sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas não funciona corretamente

  • Não confie em demasia no sistema de assistência ao arranque em subidas.

    O sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas pode não funcionar de forma eficiente em subidas extremamente íngremes ou em estradas cobertas de neve.

  • Ao contrário do travão de estacionamento, o sistema de controlo de assistência ao arranque em subidas não foi concebido para manter o veículo imóvel por um longo período de tempo. Não tente utilizar o sistema de controlo da assistência ao arranque em subidas para manter o veículo num declive por um longo período de tempo, uma vez que pode causar um acidente.

Quando o VSC é ativado

A luz do indicador de derrapagem pisca. Conduza sempre com cuidado.

Uma condução descuidada pode causar um acidente. Tenha particular atenção se a luz do indicador piscar.

Quando os sistemas TRC/VSC estão desligados

Tenha especial cuidado e conduza a uma velocidade adequada às condições da estrada. Como estes são sistemas concebidos para assegurar a estabilidade do veículo e a força de condução, não desligue os sistemas TRC/VSC, a menos que seja necessário.

AVISO

Substituição dos pneus

Certifique-se que todos os pneus são do mesmo tamanho, marca, igual tipo de piso e mesma capacidade de carga. Para além disso, certifique-se que todos os pneus estão atestados à pressão adequada.

Os sistemas ABS, VSC e TRC não funcionam corretamente se estiverem montados pneus diferentes.

Contacte um concessionário Toyota autorizado, reparador Toyota autorizado ou outro profissional igualmente qualificado e equipado, para mais informações sobre a substituição dos pneus ou jantes.

Manuseamento dos pneus e suspensão

Se utilizar pneus com problemas de qualquer tipo ou modificar a suspensão, pode afetar os sistemas de assistência à condução, causando avarias.

    Veja também:

    Smart Fortwo. Visão geral do visor a cores
    Relógio Luz de controlo do assistente de faixa de rodagem Velocímetro digital Indicador da temperatura exterior com aviso de gelo Campo de indicação das mensagens no visor ...

    Toyota Aygo. Interruptor do motor (ignição) (veículos com sistema de chave inteligente para entrada e arranque)
    Se realizar as seguintes operações transportando consigo a chave eletrónica coloca o motor em funcionamento ou muda os modos do interruptor do motor. Colocar o motor em funci ...

    Modelos

    www.asegmento.com | 0.0064 | © 2017 Todos os direitos reservados